fbpx

Deixe um comentário:

Como lidar com conversas difíceis?

JULIANA (14)

Quatro estratégias para se preparar e ter conversas difíceis

Você já passou por momentos delicados e gostaria que uma outra pessoa tomasse o seu lugar nessa situação? 

Prepare-se para anotar 4 estratégias úteis e práticas que ajudam você a se sair de forma positiva em situações delicadas.

  • Como dar um feedback crítico?
  • Como dar uma notícia difícil?

Preparar-se para situações ou conversas difíceis não é uma matéria na escola e, geralmente, os pais também não ensinam essa habilidade. 

As estratégias que vamos compartilhar agora são usadas por nós sempre que necessárias e sempre foram aprovadas nas oportunidades que testamos. 

Leia com atenção as próximas linhas e anote o que achar importante. 

Estas ideias serão bem aproveitadas nas suas próximas conversas difíceis 😉

1. Primeiro sinta, depois fale. Separe as suas emoções dos fatos. 

Isso não é fácil, no início, sabemos, mas é possível com treino. Você já se arrependeu, por exemplo, de falar ou agir por impulso? Na maioria das vezes as consequências não são boas e não dá para reverter a situação. 

Quando estamos em uma situação delicada nossa emoção vem à tona e podemos até chorar, mas você precisa separar o que é a sua emoção, o que é pessoal do que precisa ser feito.

2. Depois de sentir o que tinha para sentir e se acalmar, pense: como deve ser o final da conversa. 

  • Como você quer que a conversa delicada aconteça? 
  • Como quer se sentir?
  • O que quer fazer ao final da conversa?
  • Como a outra pessoa deve se sentir?
  • Como a outra pessoa deve agir?

Quando você inicia a sua fala sabendo que direção quer tomar fica mais fácil. Trace um esquema para o seu discurso, por exemplo: como vai começar e o que você quer traçar como conclusões para que a pessoa fique calma no final da conversa.

3. Use a frase padrão“Eu vi/soube que ____ e isso me deixou _____. Posso conversar com você sobre isso?”

Usamos essa frase há tempo, tanto que não lembramos mais a fonte. 

Seguindo esse padrão, você fala sobre o fato, sobre a sua emoção e pede permissão para a pessoa conversar sobre o assunto.

Você mostra o que sente e mostra respeito também. Assim, você garante que a conversa será em igualdade, no mesmo terreno, sem adversários, vocês estarão juntos para resolver a questão.

4. Escolha um momento de muita calma para você. O assunto pode ser tão delicado que deixe a pessoa sem palavras e está tudo bem. Você precisará de calma para esperar o tempo necessário e continuar a conversa. Escute, observe, espere pela pessoa para continuar. 

Você já passou por esse momento sozinha, lá no início da sua preparação, lembra? Agora é sua vez de dar o suporte dando a mão, esperando, perguntando se ela precisa de mais tempo. Você terá toda a paciência do mundo para aguardar e dar continuidade na conversa.

O que você acha? Fica mais fácil de passar por conversas difíceis assim?

Você pode usar só uma das estratégias ou aquelas que forem apropriadas. 

Temos tanta coisa para fazer todos os dias, a rotina é tão puxada, será que você precisa mesmo passar por uma situação delicada? Fale somente se for para ajudar, se for necessário. 

Caso contrário sinta, raciocine e coloque para fora de outro jeito, mas não crie problemas.

Esperamos que as nossas estratégias ajudem. Aproveite e compartilhe esse post com quem precisa. 

Está tão difícil encontrar informação boa. Vamos compartilhar o que a gente gosta e espalhar gentileza por aí?

Juliana Santana.

Juliana Santana.

Escritora, coach e criadora da marca Vai Dar Tudo Certo.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos com prioridade

Compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Artigos:

I Love Mondays

Você quer começar a semana motivada e com ideias práticas do que fazer para ter a vida dos seus sonhos? Inscreva-se para receber o I love Mondays nosso áudio de toda segunda-feira.